13 de fev de 2013

Lya Luft, Madame Bovary e 50 Tons de Cinza


Então, está no ar mais um vídeo do nosso vlog - estreando as atividades de 2013 neste quesito. O mesmo traz uma análise comparativa entre três livros e a evolução social feminina: Identidade pessoal X Repressões. Segue:


Os livros citados no vídeo são:

  • A Mulher, O Lúdico e O Grotesco em Lya Luft (Maria Osana de Medeiros Costa): Ótima leitura, a autora fez um apanhado curiosos sobre as personagens femininas no universo Luftiniano, correlacionando com a sociedade patriarcal e elementos Freudiano.
  • Madame Bovary (Gustave Flaubert): Clássico literário com um certo ponto mítico em sua publicação, já que o autor chegou a ser preso em função da obra ter sido considerada promíscua, além de que teria sido baseada em eventos reais.
  • 50 Tons de Cinza (E. L. James): Romance com pegada de "soft porn" e um tom tradicional daqueles folhetins açucarados. É uma leitura para entretenimento, recomendada aos fãs do estilo.
Espero que tenham gostado,
Até mais!

4 comentários:

  1. Adorei o vídeo e a forma com que você relacionou os três livros...

    ResponderExcluir
  2. Karlinha,
    adorei o retorno do Vlog!
    Beijoooos

    ResponderExcluir
  3. Flor, fiquei um tanto perdida neste novo designer de Antes que ordinárias...rs...
    Concordo plenamente com suas colocações inclusive com o questionamento em relação a 50 Tons de Cinza. Apesar de gostar de literatura erótica, confesso que não apreciei esse, nele há uma violência permissiva à mulher, não faz meu estilo apologias a submissão feminina principalmente na área sexual.
    Boa páscoa!

    Bjoks

    ResponderExcluir