12 de ago de 2012

Respeito sempre é a melhor escolha!

Encerrando a semana LBTT, aqui no "Antes que Ordinárias" , quero dar ênfase nas questões de respeito e diferenças, não só na parte de  homossexuais, mas em tudo,  no respeito que devemos ter pra com os outros e conosco também, respeito a vida!

Segundo pesquisas feitas em 2011 pelo Grupo Gay da Bahia (GGB),   mostra que, no Brasil, um homossexual é morto a cada 36 horas e que esse tipo de crime aumentou 113% nos últimos cinco anos. 

Em 2010, foram 260 mortos. Apenas nos três primeiros meses deste ano foram 65 assassinatos. 

A organização não governamental promete denunciar o governo brasileiro à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) e à Organização das Nações Unidas (ONU) por crime de prevaricação e lesa humanidade contra os homossexuais.


Além das descriminações na rua, existe aquela dentro de casa, o medo de falar, a opção sexual, normalmente vindo dos filhos, pois o relacionamento entre pais e filhos está cada vez mais complexo, e varia muito de familia a familia, não existe uma receita certa para lidar com o momento de se assumir para a sociedade, e especialmnte para a familia.

Visto que, essa vida dupla gera muitos problemas a pessoa  que esconde da sociedade sua verdadeira cara e opções.

O ideial é dizer isso para alguém de confiança na familia quando houver a auto aceitação , de preferência a mãe, e assim ir aos poucos mostrando qual sua opção, pois esconder , só trará ainda mais sofrimento.

No primeiro momento há sempre o choque de familiares e da propria pessoa,  porque não é nada facil, dizer que se gosta do mesmo genero sexual, mesmo em pleno ano de 2012, ainda é complicado, mas nada como o tempo para aliviar e melhorar as relações e aceitações.

E a melhor opção sempre é contar, o que si quer, e si é, vida dupla é muito difícil e traz muito sofrimento e pode trazer problemas psicológicos graves, pois ninguém é feliz sendo o que não é, e fingindo o tempo todo.

Deveria haver uma desvalorização  do que é a família tradicional, e ver que familia hoje, pode ser de homem com homem, ou homem e mulher, tanto faz, temos que ter em mente que é a vida do outro, e por mais que nos interesse não é do nosso respeito julgar e idealizar o melhor pro outro, imagine se todos se respeitassem? Com toda certeza a violência seria a que mais retardaria, e o mundo talvez não fosse perfeito ainda assim, mas seria um lugar melhor, acredito que é complicado as vezes respeitar o outro,sei porque até eu as vezes acabo desrespeitando,ou julgando alguém por suas escolhas, mas tenho em mente que mesmo assim, eu deva tentar aceitar, por mais dificil que pareça, pois somos muito mais que apenas esse copo feminino e masculino, somos espíritos, seres pensantes , temos um dos maiores dom que é pensar e saber, então porque não usar isso para nosso crescimento e felicidade de todos?


3 comentários:

  1. O conceito de família hoje é muito mais amplo... e deveria ser visto e presenciado assim...
    Aquele índice ali no início é apavorante!
    Como estamos longe da melhor escolha...

    Belíssimo post!

    ;D

    Nascida em Versos

    ResponderExcluir
  2. Penso que pior de todos os sofrimentos de quem sofre discriminação é aquele sofrido dentro de casa, vindo das pessoas que deveriam amar e proteger, os pais. Tenho amigos que sofrem horrores em seus lares!!!

    Desejo que esse índice possa diminuir... é muito triste!

    bjks
    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  3. Acredito que o mais difícil é reprimir o amor, um ato de carinho em público pelo parceiro do mesmo sexo... Sentir-se coagido pela sociedade e não poder demonstrar o que sente pelo outro em público, porquê não "convêm" a sociedade... Demasiadamente hipócrita e faz sofrer muita gente.

    ResponderExcluir