22 de jul de 2012

Por que sou CONTRA o aborto?



Antes de tudo, gostaria de deixar claro que a opinião contida nesse post é MINHA, e não estou dizendo pelas outras meninas do blog, apenas por MIM. Tenho certeza que há meninas que compartilham de opiniões diferentes da minha, então me responsabilizo por tudo o que escreverei aqui! :) 

Aborto... Uma temática e tanto, não é?! E ainda mais polêmica que mamilos, haha! Brincadeiras à parte, o aborto é um tema muito discutido na atualidade, principalmente devido à sua legalização, assunto que está sempre em pauta.

Legalizar o abortou ou não? Não é sobre a legalização do aborto que falarei por aqui. Não possuo uma opinião tão formada a ponto de discutir, mas acredito que algo tão delicado não deveria ficar tão preso às mãos do governo, pois como todos sabemos, esse mais atrapalha do que ajuda. Não estou certa de que deve ser o governo quem vai decidir sobre as vidas das pessoas, mas enfim... 

Sou contra o aborto. Sim, sou uma mulher, respeito as mulheres como seres humanos de direitos iguais aos homens, acredito que a mulher deva ter o direito de decidir pela própria vida e jamais trataria um assunto como esse de forma tradicionalista ou machista. Sou contra o aborto por diversos motivos, mais fatores machistas, religiosos ou morais não estão entre eles. 

Quando começa a vida? Há muitos debates sobre isso, mas a maioria das mesas de debates e discussões científicas afirmam que a vida é iniciada entre 12 e 48 horas após a relação sexual - quando o espermatozóide penetra no óvulo, ou seja, desde o momento que há a fecundação, existe a vida. A mulher grávida que opta por abortar a célula embrionária que se desenvolve dentro dela, não está fazendo uma decisão que diz respeito unica e exclusivamente ao seu corpo, mas colocando em questão um ser que já está vivo e depende dela para se desenvolver. Então, não acredito na afirmativa " O corpo é meu, faço dele o que eu quiser!" quando o assunto é aborto. Sim, moça, o corpo é teu, mas existe nele uma vida que não é a sua, uma vida que depende da sua para se desenvolver, mas que é INDEPENDENTE da sua quanto criatura. 


Deixando de lado essa questão que pode aparentar um pouco sentimentalista, entrarei em pontos mais óbvios, que são os mais fortes e que me fazem ser contra o aborto com mais convicção. 

Estamos no séxulo XXI. Todos sabemos que o sexo é uma atividade natural dos seres humanos e não há nada de errado nisso, pelo contrário. Faz parte do ser humano se encontrar com outro exemplar de sua espécie em totalidade e não deve ser um assunto tratado como tabu. Acredito que as pessoas mais intelectualizadas deixaram de tratar o sexo como tabu há muito tempo (já era hora, né?!). Então, ótimo que você tenha a liberdade para se relacionar sexualmente com quem quiser, mas como já dizia Newton, para TODAS AS AÇÕES, EXISTEM REAÇÕES. Acredito que uma pessoa que esteja disposta a ser sexualmente ativa deva estar preparada para arcar com as responsabilidades que vêm junto com o sexo: as questões higiênicas, emocionais, de saúde e a gravidez. Mas, POXA! Hoje em dia, engravida APENAS QUEM QUER (Não me refiro a casos de violência sexual)! Existe UM MUNDO de informações disponível por aí... Você pode prevenir uma gravidez indesejada através de métodos extremamente simples e acessíveis a todos!! Temos a camisinha feminina e PRINCIPALMENTE a masculina, os anticoncepcionais orais, os anticoncepcionais injetáveis, o diu e ainda a pílula dia seguinte! Pelas barbas do profeta, será TÃO difícil assim aderir um desses métodos? Tenho certeza ABSOLUTA que prevenir uma gravidez é muito mais fácil (em todos os sentidos) do que fazer um aborto!

Sou contra o aborto... É muito fácil a pessoa se jogar na vida como se não houvesse amanhã, sem pensar nas consequências. A vida deve ser aproveitada sim, mas não de forma inconsequente e banalizada. Não quer um bebê?! SIMPLES, USE CAMISINHA!  Acha a camisinha ruim?! TOME ANTICONCEPCIONAL! Esquece de tomar o anticoncepcional? INJETE UM NA FARMÁRCIA MAIS PRÓXIMA!!


Acho que o aborto seria muito mais uma forma contraceptiva do que corretiva. "BOOOOOORA TRANSAR SEM TOMAR CUIDADO, GALERA! SE A GENTE GERAR UMA VIDA INDESEJADA, A GENTE ABORTA E PONTO FINAL! YEAAAAH"

No final desse texto, chego a conclusão que não é o aborto em SI que eu sou contra, mas contra a falta de responsabilidade e vergonha na cara. Se no século XXI a pessoa não utiliza os métodos contraceptivos, ela está PEDINDO para ficar grávida, não é possível! 

Eu jamais mudaria meu conceito sobre uma pessoa que por alguma razão fez um aborto e jamais ficaria enojada com a situação, de forma alguma... Todos somos seres humanos e estamos suscetíveis a passar por diversas situações, mas como eu disse acima: É MUITO MAIS FÁCIL prevenir uma gravidez do que abortá-la. Pensem nisso!

Beijos, até a próxima! 

7 comentários:

  1. Exatamente! Existem mil e um modos de se prevenir, tem como evitar uma gravidez de vários jeitos. E como você mesmo disse, o feto, já é uma vida, já é o seu filho, e não tem culpa dos erros da mãe! =)

    ResponderExcluir
  2. Venho aqui convidar você para divulgar os posts do seu blog em um novo agregador de notícias...
    Acesse e conheçawww.noticias.googli.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Maria Luíza você acertou na mão menina!!! Vemos por aí,discursos e mais discursos pró aborto,se não são pecam pelo fideísmo religioso,mas ambas não se chega à raiz,à cauda da situação que é a libertinagem.A libertinagem engloba todas essas características ruins: Falta de responsabilidade,de caráter,de vergonha na cara,de personalidade...Vi tantas por carias nessa internet que eu nunca conseguiria conceber.Se não gosta de se preocupar com cuidados contraceptivos,é fácil,retira o útero assim que entrar em idade fértil e mais tarde arque com as consequências da má escolha...Eu tive 4 abortos espontâneos que são o sofrimento da minha alma e pra mim é o mesmo que nada um médico chegar em mim e dizer que não era uma vida,apenas uma bola de sangue.A partir do momento que está dentro de mim é vida sim senhor,não importa o tempo que tiver,se um segundo,2 minutos,3 horas ou 5 semanas! Vida é vida!Gostei muito da sua matéria Maria,espero que ela tenha amplo alcance e que talvez venha a mudar decisões impensadas por essa imensidão internética. Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você que é muito simples prevenir uma gravidez e um aborto não deve ser a solução para um descuido. Em outros casos, no entanto, eu sou a favor do aborto.

    ResponderExcluir
  5. Maravilha!
    Totalmente de acordo. Eu, mesma tenho escrito e vociferado menos sobre este tema, do que costumava fazer no meu canto feicebuquiano, mais por neurastenia do que por falta de convicção. Me enleva tanto o espírito que o intelecto se joga em uma luta inglória, pois acredito que contra a ignorância - dos fatos, do óbvio da facilidade de se controlar a concepção - bem, contra a ignorância sistemática, não há argumentos lógicos que cheguem e isso me exauri.
    Ótimo texto, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. gostei, acho que nem é uma questão de prós ou contras, e sim de responsabilidade :)

    ResponderExcluir
  7. No geral, também sou contra o aborto...
    Acho que há um conhecimento popular de como se prevenir; Fora que eu acredito que a vida começa na concepção, então, seria um assassinato. E a responsabilidade não é do fato.
    Mas, aqueles casos de bebês anencéfalos, na situação de risco da mãe e no estupro, sou a favor.

    ;D

    ResponderExcluir