15 de mai de 2012

Lana Del Rey: A Lolita perdida no século XXI




Provavelmente você já ouviu falar em Lana Del Rey, e se não, ouvirá em breve. A estadunidense que fará 25 anos em junho está há pouco tempo na mídia mas, definitivament,e já deu o que falar. Conhecida por seu estilo "vintage" e sua sensualidade clássica, Elizabeth Woolridge Grant - a nossa Lana - estourou  em 2011 com o single 'Video Games' cujo o clipe foi produzido por ninguém menos do que ela mesma. Desde então, Lana é só sucesso. Ícone de beleza e moda, seu estilo influencia garotas de várias idades e seu rosto já é mundialmente conhecido, inclusive, Lana ganhou o título de 'Lolita' do século XXI.

O álbum 'Born to Die', lançado no início desse ano, causou muito alvoroço e polêmica no mundo da música. Muitos críticos se encantaram com a voz e a peculiaridade da figura de Lana, mas outros, por sua vez, não foram com a cara da moça. Há quem jure de pés juntos que ela transformou o corpo inteiro através de cirurgias plásticas, inclusive o rosto, para tornar mais fácil o sucesso. "Basta olhar para o preenchimento labial mal feito dela", dizem. E ainda completam: "Ela só conquistou a fama porque veio de uma família muito rica, que teve condições de bancá-la para ela chegar lá." Ela foi chamada de 'Farsa Pseudoelegante e monótona' por colunistas do Yahoo, que afirmaram que "O sucesso comercial deste disco [ Born to Die ]se deve obviamente a um surto de estupidez coletiva em escala mundial". Há também quem critique a cantora por sua performance ao vivo, já que sua voz é completamente diferente da voz registrada nos álbuns. Afirmam que os produtores abusaram do uso da tecnologia para melhorar o desempenho de Lana em seus álbuns. Aclamada ou odiada,  ninguém consegue ser indiferente à nova diva que, se não veio para dar um novo rumo à música Pop, veio pelo menos para cutucar esse rumo.

Lana Del Rey é diferente das demais cantoras consagradas do Pop, como Britney Spears, Rihanna, Pixie Lott, Beyoncé, Taylor Swift, Demi Lovato, Katy Perry e outras 'moçoilas' que ilustram (de forma literal) o cenário atual da música Pop internacional. Ao contrário das cantoras citadas acima, que passam uma constante imagem de agitação interna e uma energia vibrante, Lana passa uma imagem introspectiva, reflexiva e até mesmo depressiva, e isso é confirmado pela melodia e letras de suas músicas. Ela não parece ter a intenção de fazer ninguém cair de tanto dançar; Em seu repertório, encontramos canções reflexivas sobre romances maduros, sentimentos de impotência, sonhos, medos obscuros, nostalgia e até um bairrismo perceptível em relação aos Estados Unidos.

A música de Lana é essa: Suave ( ainda que as letras gritem sentimentos); extremamente pessoal, inovadora em quesitos sonoros (que envolvem tecnologia) e, por muitas vezes, doce. Vale à pena conferir o álbum 'Born To Die', nem que seja para comparar o quão diferente ela é das demais cantoras que estão na mídia. Se ela veio para ficar ou se é mais uma diva que surge de semanas em semanas, isso só o tempo dirá. Mas, com certeza, sua excentricidade não passará em branco.

Para quem ainda não conhece o trabalho de Lana, aqui estão os três singles lançados por ela, e uma apresentação ao vivo da música que eu, particularmente, mais gosto. (: 



                                                                    Born To Die 




Video Games



(Clipe produzido pela própria Lana)

Blue Jeans


Summertime Sadness (LIVE)





Bônus
Aqui vão algumas fotos de Lana, que além de polêmica, é extremamente fotogênica! 













Por Maria Luísa

9 comentários:

  1. Eu só ouvi falar,ainda não tinha ouvido o som da menina.Aff,mundinho chato esse não? Policiam tudo,a ausência,a presença, o excesso ou a falta em tudo o que somos,fazemos ou pensamos.Gostei muito do estilo dela,não importa se realçou a figura e a voz,ninguém é 100% perfeito! Adoro o estilo vintage Lu!!! Adorei a sua matéria de estréia! Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Oie tou entrando aqui no seu blog tava vendo adorei, ver lá o meu se gostar segue ? Sigo de volta manda o comentário quando estiver seguindo !
    http://fatosdaminhavidinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito bom seu blog . Quanto á Lana só espero que ela não seja apenas mais uma revelação que se torna esquecida depois ... seguindo seu blog , passa no meu e se curtir me segue :
    http://andyantunes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu conheci ela logo que saiu Video Games... Apaixonei-me pela voz e o visual do clipe... um encanto!

    É bom ver que uma boa artista pode sair como um sucesso da net.

    ;D

    ResponderExcluir
  5. Tentei encontrar um meio de responder diretamente à Karla pelo gentil convite que me foi enviado, mas infelizmente não me foi possível. Portanto, venho agradecer aqui no blog pelo convite e me posicionar em relação ao mesmo.

    Me agrada muito a idéia de escrever sobre personalidades femininas importantes, creio que a internet carece de um lugar com informações centralizadas dessa natureza para o público compreender sua influência social, mas infelizmente não disponho de tempo para postar toda semana. De qualquer forma, agradeço novamente pelo convite!

    Att, Galatea.

    ResponderExcluir
  6. Eu também me surpreendi com essa cantora comecei a escuta-la na semana passada e confesso que estou adorando. Se vai ficar ou não acredito que não importa agora.

    Parabéns pelo texto muito gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que nunca havia escutado... ela é muito linda e dona de uma bela voz!

    ResponderExcluir
  8. Gente, mas ela é muito interessante! hahahahha
    Estou impressionadíssima com a beleza e a voz peculiar da moça.... gostei muito da música "Blue Jeans". Escutei "Video Game" Também, mas não me prendeu muito.

    Sabe a voz de quem a dela me lembra vagamente? loreena Mckennitt! Claro que o estilo e a timbragem são diferentes, mas não sei se com ou sem razão... me lembrou! Adorei a dica, Malu! Tenho sede de novidades!

    =**

    ResponderExcluir
  9. confesso que não conhecia o trabalho dela. muito talentosa!

    ResponderExcluir