21 de jun de 2012

Nos Idos do * Cinema em Casa *: Enchente - Quem Salvará Nossos Filhos?

imagem retirada do site iOffer
Os Estados Unidos está acostumado a realizar Filmes Para TV, já que certa demanda comercial não cobre determinadas produções caso fossem para o cinema - uma relação parecida entre as novelas e as minisséries aqui no Brasil, creio eu. Dentre as histórias que mais habituados estão a contar, as "baseadas em acontecimentos reais" fixam-se entre as preferidas. Referida moda pode não ter afetado diretamente esta terra de Vera Cruz, mas, com certeza teve repercurssões; Vide os filmes apresentados na Globo e na SBT durante as décadas de 80 e de 90: O Resgate de Jéssica, O Carro Desgovernado e Enchente - Quem Salvará Nossos Filhos? É justamente deste último que irei falar hoje.

A sinopse, segundo o site Cineplayers, é esta:
Um grupo de jovens evangélicos estão num acampamento. Na noite que antecede a partida, começa a chover fortemente. Na hora da partida percebe-se que a chuva havia comprometido a estrada e por isso terão que procurar uma rota alternativa... Porém a chuva não dá trégua e eles são surpreendidos por uma poderosa correnteza que faz o grupo se separar, cada um tentando enfrentar a correnteza como pode... Muitos não tem forças para tanto. Enquanto as crianças tentam sobreviver, as famílias vivem o desespero da dor.
Com um elenco formado por Joe Spano, David Lascher - deve ter visto ele em Sabrina - Aprendiz de Feiticeira e Blosson -, Michael A. Goorijan e Renée O'Connor - sim, é a Gabrielle de Xena -, a produção do filme é mediana, tudo dentro do contexto de filmes realizados para a exibição direta nas telinhas.
.
Reneé O'Connor no TV Movie de 1993, imagem DAQUI.
Parecia maldição, toda vez que eu e a minha irmã (Karen Hack) íamos assistir este filme chovia. Sem exageros; Toda a memória que eu tenho desta película envolve doces (minha avó era confeiteira, então sempre tínhamos doces), cobertores e muita água rolando. Não sei se o SBT ficava esperando a épocas de chuvas para passar o filme, ou se São Pedro é um santo "trollador" e mandava o céu cair quando via a programação. O fato é que o clima dava o tom exato para fazer a imaginação fluir e carregar-nos junto ao desespero daquelas pessoas - pais e filhos.

Imagem retirada do site iOffer
Considerando a quantidade de ocasiões que esta obra passou, devo ter assistido para mais de 05 ocas. Não que o filme seja excepcionalmente bom; Cinematograficamente falando é bem regular; Contudo, vivenciar a tragédia acontecendo com crianças e adolescentes marcou o meu córtex cerebral e deve ter feito o mesmo com outros tantos. 

Nunca ouviu falar do filme? Ouviu e não se recordar? Quer simplesmente matar a saudade? Então, não fique triste! Abaixo incluí a película completa e dublada, créditos do canal Latino211ale:




Curta Uma Boa Sessão Nostalgia!

2 comentários:

  1. Eu adoooooooooooro este filme!
    Traz muitas lembranças da nossa infância.
    To loca pra assistir de novo!

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Karen

    Até parece que não sei o tamanho da sua obsessão por este filme!!! ehehehhehehehe

    É, com certeza ele embalou nossas infâncias

    ;D

    ResponderExcluir