26 de mai de 2012

10 Belas do Terror


O universo do terror geralmente é lembrado pelas figuras masculinas marcantes - seja no quesito herói, seja no quesito vilão. Parece ser mais fácil a associação da maldade com a virilidade do homem. Contudo, nem só de testosterona sobrevive o estilo. O estrogênio, por vezes, traz uma gama diversificada para este ramo, combinando malícia com sensualidade. É quando existe uma escolha certa, na exata medida, que personagens inesquecíveis surgem, bem como cenas antológicas.

Na semana passada falei da exótica Maila Nurmi, hoje resolvi falar de algumas mulheres que também se tornaram ícones do horror; Desta vez em filmes.


Carmilla
Ingrid Pitt em Carmilla, a Vampira de Karnstein

Poucas atrizes tiveram a oportunidade de enveredar em personagens tão fortes quanto a sedutora Ingrid Pitt. Além da vampira - lésbica - sexy do vídeo acima; Deu vida a uma releitura dos crimes de Elisabeth Bathory em Condessa Drácula. A cena é de um de seus momentos na pele de Carmilla, personagem criada pelo escritor irlandês Joseph Feridan LeFanu

Elvira
Cassandra Peterson em Elvira, A Rainha das Trevas

Sexy, linda e herdeira de uma bruxa. Assim temos a trama de um dos maiores clássicos da sessão da tarde. Cassandra Peterson virou uma persona tão emblemática que suas aparições como Elvira são aguardadas. Neste terrir provou que uma mulher de atitude pode transformar uma cidade.

Jessica Van Helsing
Stephanie Beacham em Drácula no Mundo da Mini-Saia

Anos 70, muita psicodelia, Drácula e, é claro, a neta "decotada" de Van Helsing. Que mulher perderia a chance de interpretar uma pseudo-matadora de vampiros com todo o estilo da pré-era disco? Stephanie Beacham faz muito bem a sua parte.

Sylvia
Monica Bellucci em O Pacto dos Lobos

Como a cartomante sedutora neste universo repleto de intrigas e vingança, Monica Bellucci influência os homens com suas formas perfeitas. Confesso que se pudesse escolher um biotipo de corpo para mim, seria o desta italiana segura de si.

Irmã Jeanne
Vanessa Redgrave em The Devils

Sob a direção do controverso Ken Russell, Vanessa Redrave - nome sensacional, digna-se de passagem - interpreta uma freira que passa a ter alucinações "pecaminosas" após a chegada de um novo padre. O filme é interessantíssimo - mas, que não recomendo a todos - e possuí uma famosa e polêmica/perturbadora cena com a atriz, possível de ser assistida acima.

Lucy Westenra
Sadie Frost em Drácula de Bram Stoker

A bela ruiva acaba roubando um tantinho da cena nesta película indispensável aos amantes dos vampiros. Ela é amiga de Nina - o amor de Drácula - e é mordida pelo conde. O vídeo trata do exato instante em que ela é atacada.

Anck-es-en-Amon 
Zita Johann em A Múmia

Muito antes da superprodução Hollywoodiana, Boris Karloff contracenou com a linda e exótica Zita Johann num filme sobre esta figura egípcia. Anck-es-en-Amon - a princesa perdida de Imotehp - abusa dos figurinos luxosos e dos olhares.

Santanico Pandemonium
Salma Hayek em Um Drink no Inferno

Eu que sou apaixonada pelas inserções de terror do diretor Robert Rodriguez, não poderia deixar de mencionar a ultra-sexy-vampiresca dançarina exótica interpretada por Salma Hayek. Sem palavras, apenas com sinuosos gestos a bela Santanico engana os desavisados. Mortalmente linda.

Mary Wollstonecraft Shelley
Elsa Lanchaster em A Noiva de Frankenstein

E não dá para falar de musas do horror sem mencionar Elsa Lanchaster! A noiva de Frankenstein protagonizou uma das cenas mais antológicas do gênero - e pensar que a atriz recebeu uma mixaria por este papel. A expressão e a maquiagem são os grandes triunfos desta personagem.

Epiphany Proudfoot
Lisa Bonet em Coração Satânico

Por último deixei uma interpretação que, por ser considerada sexual demais, rendeu a demissão de Lisa Bonet na série que atuava: The Cosby Show - pelo menos é o boato. Em Coração Satânico ela é uma jovem envolvida com voodoo e bem desinibida. Atuou aqui com Mickey Rourke e Robert De Niro.

19 comentários:

  1. Sensacional! Eu curti Cassandra Peterson, Monica Bellucci e Salma Hayek, muito bem lembrado.

    ResponderExcluir
  2. Nunca fui muito adepta ao terror, mas com dicas tão interessantes, acho que vou me aventurar no gênero! =**

    ResponderExcluir
  3. Adorei blog e o post! Sabia que Ingrid Pitt não poderia faltar, entrei esperando isso! kkkkkkkk Aproveita e vê meu blog tá? http://classicecultfilms.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Folha Newsletter:

    Lindas elas, neh?!
    Salma está surreal naquela cena.

    ;D

    ResponderExcluir
  5. Nayara Torres

    O terror é um estilo pouco valorizado, principalmente por conta dos títulos mais tolos.. Acho que destes vc ia gostar de "The Devils". Um retrato bem interessante sobre repressão sexual.

    ;D

    ResponderExcluir
  6. Cult e Classic Films Blog

    Ingrid é necessária numa lista destas!!
    Musa-mor da hammer films

    ;D

    ResponderExcluir
  7. Elsa Lanchester! Adoro como ela se transformou para a Noiva de Frankenstein, pensando nela enquanto Mary Shelley no começo do filme. Uma pena que a atriz não seja tão lembrada.

    ResponderExcluir
  8. Owwwww beleza! Elvira eterna haha

    ResponderExcluir
  9. Fantástico!
    A mulherada arrasa ;)

    Adorei a Elsa Lanchester na capa do post. Esta mulher é um mito!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Rodrigo Mendes

    Lindas, neh?!
    A Elsa é pra mais de surreal mesmo!

    ;D

    ResponderExcluir
  11. Salma sempre Salmaaaaaaaaaaaaaa!
    Karla, adoro seus posts sobre TERROR (sou apaixonada por este genero) no entanto escrevo pouco sobre ele rs.
    amei o texto, tubes..tutti!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Cassandra,minha ídala!!!

    Eita irmã Jeanne,vem ni mim Jesus! Literalmente! Por um momento pensei que ela iria arrancar os olhos,muito tensa e bem feita esta cena!

    Faz pouco tempo assisti a Múmia,achei uma produção sofisticadíssima para época,tanto em vestimentas quanto em referências à cultura egípcia! Gamei! Vi tudinho com meu filho Marçal,até ele gostou de assistir com seus 10 anos! E a atriz é muito bonita!

    Coração Satânico é o filme! Perdi a conta do número de vezes em que me choquei durante o filme! Epiphany é das minhas,tirando as galinhas e o voodoo,mas ela é bem tribal,selvagem,aflorada,intensa e é bem desse jeito que eu me sinto também! kkkkkkkk! Sewm querer imaginei esta cena com a trilha de Nega do Subaco Cabeludo Vem Ni Mim! kkkkkkkkk!!


    Excelente postagem Karla!

    ResponderExcluir
  13. Ana Carolina

    Fico muito contente em saber que gostou!

    Todo o filme com a Irmã Jeanne é tenso... bem terror psicológico
    Também adoro a intensidade da Epiphany.. é sexy, aflorada, tribal mesmo!

    ;D

    ;D

    ResponderExcluir
  14. Tu sabe Karla que eu estudei em um colégio de freiras semi internato e gostava muito do divino e sagrado desde cedo porém eu sempre fui muito dual,por isso desisti de ser freira. Eu gostava muito porém era que nem a irmã Jeanne,ficava tendo umas viagens doidas,tinha vontade de fazer macacada na igreja,sair dançando e gritando,e tirar a roupa como a Epiphany,me contorcer toda,fazer polichinelos e cantar Pá tá nova e Pu tá veha,coisas do tipo!Uma amiga umbandista minha diz que eu sou acompanhada por legiões de erês,todo trolls!Se tem mesmo eu não seimas concordo com a parte do troll!Daí eu vi que não poderia aderir ao celibato! Eu sou assim não estou debochando de nenhuma religião ou sendo blasfemadora.Se eu for em trocentas religiões diferentes Jeanne e Epiphany se degladiarão dentro de mim! kkkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  15. Patrícia

    Muito Obrigada!
    A Salma esta mais que sexy no filme... Uaau!

    ;D

    ResponderExcluir
  16. Ana

    hehehehehhehehehehehhehehe
    Amei esta mistura toda em você!
    Acho que não daria certo de freira mesmo... é muita intensidade para ser guardada!


    ;D

    ResponderExcluir