5 de ago de 2012

Não me Pediram Opinião, Mas eu Dei!



Opinião, Opinão, Opinião, seja sobre a sociedade atual e suas crises econômicas, politica, sobre  a ultima moda da estação, sobre bandas e musica, sobre a vida e a morte, aquela que você deu, mas ninguém te perguntou, aquela que seu melhor amigo não dispensa de receber, opinião sobre fulano que emagreceu demais, sobre  fulano que se assumiu gay, etc e etc. Sobre isso, sobre aquilo, existe um infinidade de opiniões, e com a  explosão do século das midias de massa e alternativas, as famosas redes socias, parece que expor sua opinião, tornou-se um verdadeiro caos, e um confronto de diferentes, exageradas, radicais e bem elaboradas opiniões, ou seja, é melhor você ter certeza, coragem e cuidado com o que fala.


Meu texto não aborda todos os tipos de opinião, é só uma breve opinião, sobre opinião, que vai parar na critica!

 A OPINIÃO é um juízo ou sentimento, que se manifesta em assunto sujeito a deliberação, ou até mesmo comparação e crendice, você pensa isso, sobre determino assunto.

Para o estudioso Patrick Charaudeau: "as mídias não se apoderam do espaço público para influenciar a opinião pública, mas apenas dão espaço à publicização daquele. "

Na área  de jornalismo, a opinião  é expressa no seu editorial. 

O chamado "jornalismo de opinião" é um gênero realizado por colaboradores, geralmente denominados colunistas, que não necessariamente representam a opinião do veículo.
Existe á opinião pública, que é, o que geralmente se atribui à opinião geral de uma sociedade. 

É também designada por senso comum, em que se inserem as ideias consideradas corretas pela maior parte da sociedade, que seguem um padrão ético-moral que é subjetivo segundo a sua cultura, condições sociais e, em alguns casos, sua religião. 


A notícia existe por meio de um processo de transformação: a mídia transforma (molda) a notícia de acordo com as características pré-estabelecidas do suposto receptor. 

Este, o receptor, cria, em função de desejos, personalidades e credos, sua interpretação em relação ao fato noticiado. 

A opinião pública é criada a partir do agrupamento das interpretações dos receptores. 

Num sentido mais amplo, a opinião está ligada à crença na qual o indivíduo se baseia para criar conclusões e pontos de vista.

A opinião, resumidamente, reúne elementos heterogêneos em diversas combinações e resulta em julgamentos reflexivos. 

A opinião privada e pública protagonizam um movimento centrífugo e centrípeto. 

Ambas precisam se mesclar para se formarem, numa troca constante que cria e se refaz ao longo do tempo.

Na atualidade, ela é principalmente um espaço de discussão de cidadania, relacionando-se à noção de opinião pública.

Bem individual e coletivo são, dessa forma, objeto comum.


Muitas vezes a opinião é confundida com a  critica, o que pra mim não deixa de ser praticamente a mesma coisa, ou seja uma opinião mais pesada é chamada de critica, é a capacidade de julgar, uma opinião desfavorável, condenação, digo aqui, com minha certeza que não, não, existe critica construtiva, já que a própria critica em si, já é uma condenação, um julgamento com valor negativo, mas essa pode sim servi para você melhorar, rever seus conceitos, não leve pro ultra pessoal, senão, já sabe, vai perder todos os cabelos da cabeça ;)

Quando uma critica é acompanhada por arrogância, as coisas começam a ficar pesadas, quem recebe a crítica é quem deve saber interpretar e tentar analisar o quê, o que criticou esta querendo dizer e
expor, porque nem sempre o que entendemos é o mesmo que fulano falou, vale lembrar, como vejo comumente nas redes socias , você diz um e os outros entedem dois.

Nem sempre o receptor da sua opinião recebe a mensagem do jeito que você quer, mas no mais, no menos, opinião é sempre algo positivo, melhor se for regada de conhecimento, porque não há anda mais chato que opiniões, criticas , por si mesmas, pobres e sem nenhum fundo válido, do que só detonar o outro. E outra, a sua opinião, e o que você pensa, se bem usados, pode sim mudar o mundo, ou as pessoas, em tão busque conhecimento antes de tudo :)

5 comentários:

  1. Josi, não somos parceiros muito próximos de blogues, no entanto, eu acompanho suas postagens no Facebook e a considero uma pessoa bem consciente para a idade que tem (vê-se claramente que é bem jovem)e admiro muito das opiniões que você tem.
    Eu acredito na crítica "construtiva", no entanto, temos que analisar bem para que as mesmas não sejam apenas camufladas por trás de críticas sem fundamento. Foi o que aconteceu comigo recentemente, quando recebi uma crítica de minha série de uma pessoa que se formou em História e falou que o que havia escrito não batia com os fatos históricos da trama. O que fiz? Eu me precipitei, fechei o blogue e parei com a série para "consertar" o erro quando, ironicamente, em um seriado teen, tive a resposta ao questionamento e percebi que o mesmo foi ERRÔNEO.
    Tento crer que pessoa não tenha feito isto de má vontade, pois parecia uma das mais empolgadas em acompanhar a série e sim, que equivocou-se, como todos nos equivocamos.
    Por esta razão, aprendi que quando recebemos uma crítica "aparentemente" construtiva, devemos pesquisar primeiro antes de tomar qualquer providência, seja em remover algo ou retrucar.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, Josi!Concordo que não existe crítica construtiva e que toda crítica é opinião. E sim, a opinião de cada um pode mudar as coisas quando é bem utilizada.

    ResponderExcluir
  3. Li o comentário que o Chris escreveu e concordo plenamente...

    Vou ressaltar o ponto que ele abordou em relação às críticas que recebemos. Não podemos levar tudo à ferro e fogo, com isso, tomando decisões drásticas por conta de criticas. MAturidade, esse é o nome...

    Com o tempo aprendemos... apesar que alguns morrem sem saber o que é essa tal maturidade! rsrsrsrs

    Gostei demais, viu?!?!?!

    bjks :) JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  4. Josi, minha cara amiga linda anarquista punk da blogosfera, eu não acredito muito nestas definições de crítica construtiva e destrutiva, pensa que qualquer crítica traga consigo as duas possibilidades e qual delas se manifestará de fato dependerá mais do criticado do que do emissor da crítica. há a necessidade de filtramos as críticas que recebemos do modo a separar o joio do trigo, o que podemos aproveitar e o que é descartável... Ótimo post!

    ResponderExcluir
  5. Opinião é pessoal.
    E deveria ser vista e vivida assim...

    Excelente e esclarecedor post!

    ;D

    Nascida em Versos

    ResponderExcluir