26 de ago de 2012

Dificil, é se Colocar no Lugar dos Outros!

"Impressiona-me, todavia, o fato das pessoas ignorarem o fato de que quem está com os pés sobre a terra a tudo sujeito está. "


Hoje falarei um pouco sobre  uma coisa que as pessoas adoram fazer, e que não é legal para nenhum dos lados relacionados, o julgamento, o pré-conceito dos outros. Sei que isso é comum  e as vezes impossível de não cometermos, mas dá para controlar, né??!!

"Todo e qualquer pré-julgamento, como o próprio nome diz, é prévio, ou seja, realizado anterior à constatação da apuração da verdade dos fatos, trata-se de pura especulação, não passando de meras deduções apressadas, o que poderá conter inúmeras falhas, devido ao não conhecimento real do fato vivenciado, distanciando bastante da verdade."


É sempre bom lembrar que as vezes numa confusão existêncial o  pré-julgamento existe  somente na cabeça do pré-julgador, não passando de tempestades em copos de água, o que permite ao pré-julgador somente sofrer de forma antecipada e tomar decisões erradas, como quando não vamos com a cara de fulano e o odiamos por isso, falamos mal da pessoa, e na maioria das vezes, sem fundamentos.

Mas a solução as vezes é rápida,  basta conhecer a pessoa  para ver o quão errado nós estamos, pior é quando alguém deixa de conhece alguém por um pré julgamento, e de tão cabeça dura, não se abre. Nada pior e mais infantil!


Casos de julgamentos dos outros, feitos por nós são muitos, dou como exemplo o caso da atriz Kristen Stewart, que  nas ultimas semanas vem sendo o foco da mídia e dos sites de fofocas, em vista da sua traição amorosa ao seu namorado, bem esse fato a "traição" sempre foi algo escandaloso mesmo que hoje em dia seja comum, mas como a atriz é uma pessoa pública, há uma visão e um desastre maior de suas atitudes, com isso o que a pessoa fica visível, tanto ao meio familiar,  como o para desconhecidos, na minha opinião sincera o que ela fez não é da minha contar, acho que está havendo questões moralistas demais, não tenho porque julgar-la  por algo que hoje , é comum, assunto que deve ser resolvido entre ela e seu namorado, porém o mundo não é assim, não é!? 

Creio que as pessoas polemizam demais algo que se fosse um homem seria comum, mas como é uma mulher é "horrível", o que  há é uma adoração pela desmoralização do outro, isso é bastante comum desde a antiguidade, nas novelas, filmes e etc.


Mas e quando os julgamentos são feitos sem provas , apenas acusações infundadas, isso quando somos as vitimas das acusações ou até os acusadores, que pode destruir amizades, laços para sempre?!


É crucial perceber que apontar o dedo ao próximo é fácil demais, e a maioria das pessoas faz isso sem pensar, o difícil é se colocar no lugar do outro, saindo do nosso confortável lugar de "VITIMA" tentando saber as razões e motivos que o levaram a exercer tais ações. 

Assim, antes de fazer um pré-julgamento ou condenar alguém, é preciso haver um dialogo entre ambos para que tudo fique o mais claro possível, nada de ficar remoendo e guardando magoas.

"É fato inquestionável que o pré-julgamento, além de não beneficiar nenhuma das partes envolvidas, acusado e acusador  é sempre danoso, e na maioria das vezes injusto, devido ao fato de ainda não se ter o conhecimento à luz da verdade dos fatos e baseando somente em deduções e julgamentos prévios.


Enfim, a melhor forma de não fazer o pré-julgamento é manter sempre um comportamento transparente, que somados com a humildade, ética, empatia, respeito pelo próximo, ter sempre com as demais pessoas ao seu redor um diálogo aberto e franco; desta maneira, todos os fatos se esclarecem, tudo se resolve, pois se reconhecem os possíveis erros e acertos, retornando então a um clima harmonioso, o que evita futuros desgastes."







Fonte e citações: www.webartigos.com

3 comentários:

  1. olá você esta na tag 11 perguntas

    http://modonickmoda.blogspot.com.br/2012/08/tag-das-11-perguntas.html

    ResponderExcluir
  2. Josi, há um livrinho muito bacana(infantil) que gosto muito de trabalhar com meus alunos... chama-se "e eu com isso? Aprendendo sobre respeito.", que aborda de uma forma muito gostosa que respeito é quando eu me coloco no lugar do outro. Uma coisa tão simples, né!? E as pessoas complicam tanto!!! Enfim... que um dia tudo seja melhor! Mas, que tá difícil continuar acreditando na melhora da humanidade, ahhhhhhh está!

    bjks

    http://umaseoutrasjoicy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ah se todos nós fossemos capazes de nos colocarmos no lugar do outro, o mundo seria maravilhoso, compreenderíamos com maior facilidade as fraquezas e perdoaríamos de verdade os tropeços e falhas, no entanto nos escondemos por detrás de nosso legalismo e de nossa justiça própria para julgar e condenar o outro, neste processo o respeito que é crucial para a manutenção de um bom relacionamento é chutado para escanteio, infelizmente. Teu texto ficou ótimo Josi, tenho que concordar e tirar o chapéu para ti mais uma vez. Parabéns moça! Beijos!!!

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com.br/2012/09/habemus-papam.html

    ResponderExcluir