4 de jun de 2012

5 Belas Cenas de Morte

Minha avó costumava contar sobre o dia em que o meu tataravô faleceu. Sempre foi uma história que me fascinou, já que havia uma beleza bem peculiar, algo reconfortante e com cara de cinema. Ouvi dizer que era um belo dia ensolarado, cercado por um almoço de família, tradições e cheiros do interior. Ele era uma pessoa culta para o ambiente, encantado com as possibilidades do futuro, além de ser apaixonado por música. Desta atração nasceu seu amor por violino. Foi o que ele escolheu fazer logo após aquela refeição familiar. Retirou-se da mesa e foi até uma grande árvore no quintal. Lá inciou a tocar uma de suas partituras preferidas. Apenas algumas notas e o silêncio fez-se. Quando os outros foram checar o porquê, ele já havia ido. Morreu fazendo o que amava.

Poético, não é mesmo? Assim como algumas cenas em películas. Pensando nisto fiz uma lista com e mortes memoráveis pela beleza envolvida. 

Up - Altas Aventuras (2009)
As cinas iniciais desta animação são uma representação verdadeira do ciclo de vida de um amor real. Romântico por ser reconfortante e próximo. Como não se emocionar com a ida de Ellie? Lindo demais.

Blade Runner - O Caçador de Andróides (1982)
"... Desaparecerão como lágrimas na chuva." A cena é um espetáculo! Sensível, com uma pitada sadia de desesperança, tudo na medida.

A Vida é Bela (1997)
O que você faria para que seu filho não vivesse o terror de uma guerra? Ou o peso de uma perda injusta? A imaginação deste pai, seu apego na alegria, transformam este momento em algo sublime.

Coração Valente (1995)
Quando seus ideais são maiores que sua vida, nem a tortura cala ao que deve ser dito. Freedom! 

Os Últimos Passos de um Homem (1995)
Aqui a beleza fica a encargo da compaixão ilimitada de quem percebe o desespero solitário de quem errou e merece receber sua pena humana - justa ou injusta. A atuação de Susan e Sean merecem todo o crédito. Um filme excelente para discussão sobre a pena de morte.

Para você, quais seriam as cenas?

2 comentários:

  1. Adorei o post. Exceto pelo "A vida é bela" ... a morte do pai, a um passo da liberdade, foi sacanagem.

    ResponderExcluir
  2. Flavio...

    Pode até ser sacanagem, mas a forma como a cena foi montada é de uma beleza peculiar!

    ;D

    ResponderExcluir