9 de set de 2012

"Senta com Vontade", Banda de Axé e caso de Estupro!

O caso New Hit, é mais uma daquelas polêmicas que passa despercebida pela grande  midia e você se pergunta, até quando os seres humanos serão como animais selvagens? O caso é uma banda de axé que estuprou duas menores durante o mês de Agosto, dentro de um ônibus, apos o show da banda e até o momento o caso está em investigação pela policia. A situação envolve, violência contra a mulher, criança  e adolescente, machismo, sexicismo e impunidade, um crime hediondo que pode ficar sem solução e sem os culpados presos!

Foto de Divulgação da New Hit
O caso é de dez integrantes da banda New Hit que foram presos em flagrante, acusados de abusar de duas adolescentes menores.

As duas jovens contaram que após o fim do show foram ao ônibus da banda pedir autógrafos e depois de serem convencidas a entrar no coletivo do grupo, foram violentadas no banheiro do veículo, afirmam; "Entravam de dois em dois".

 "A gente pediu para o produtor da banda para irmos para o trio para tirarmos foto com eles. Quando a gente chegou em cima do trio, eles falaram que não dava para tirar foto lá, porque era muita gente, que era para irmos para dentro do ônibus. Quando a gente chegou dentro do ônibus, eles falaram que era para irmos para o fundo do ônibus porque lá tinha mais luz. Quando chegamos no fundo do ônibus, dois deles já me empurraram para dentro do banheiro, levantaram minha saia e já começaram a praticar o ato sexual. Eu pedia para eles pararem, para eles me deixarem ir embora. Eles tamparam minha boca e começaram a me bater, para não deixar eu sair. Dez homens me estupraram, entravam de dois em dois", disse.

Foto Divulgação da banda
"Elas estão abaladas. Não é para menos, porque elas eram fãs desta banda e aconteceu uma coisa dessas. Uma monstruosidade, é o que eu acho. Serviu até de alerta para o Conselho Tutelar, não só o de Ruy Barbosa, mas de outros Conselhos, porque ninguém ia pensar que em uma praça, dentro de um ônibus de uma banda acontecesse tamanha monstruosidade. O ônibus estava parado na porta da igreja, ninguém nunca ia imaginar", disse a Conselheira Tutelar, Evandra Soares..

Os pagodeiros, além de um policial militar que teria feito cobertura para o crime, estão presos desde o dia 26 de Agosto.

 Os nove integrantes estão no Presídio Regional de Feira de Santana, para onde foram transferidos desde sexta-feira (31). 

As duas vitimas do estupro
Segundo relato da vítima: “Minha saia e meu rosto estavam cobertos de sêmen. Eles fecharam a janela do banheiro e um deles cobriu minha prima com um lençol para que ninguém visse o que estava ocorrendo. Não tive como reagir. Seguravam minha cabeça no espelho e diziam que era pra eu ficar olhando” após a suposta investida dos músicos dentro de um ônibus.

 A mãe de uma das meninas, que preferiu não se identificar, disse que recebe muitas ameaças por telefone. 'Ligam constantemente. Uma mulher falou que viriam de Salvador matar as meninas, que eram responsáveis pela prisão dos bebês dela. Não estou trabalhando e meus filhos não vão para a escola', contou.

“as provas eram muito grandes” e agora a decisão “está nas mãos da Justiça”. Uzeda, o comandante do 11º Batalhão de Itaberaba, na região da Chapada Diamantina, lembrou ainda que as vítimas são menores de idade — 15 e 16 anos –, o que pode comprometer ainda mais o grupo.

Os músicos afirmam que houve relação sexual, mas dizem que o ato foi consensual. 

Uma das vítimas foi entrevistada em um programa de tv  e revelou como ocorreu o ato. “Enquanto um me segurava, o outro praticava o ato sexual. Ficavam revezando de dois em dois comigo no banheiro. Ficaram nesse troca-troca até que dez pessoas me abusaram. Quando terminaram, ainda falaram ‘não esqueçam de tomar a pílula do dia seguinte’ para mim e para minha prima”, disse a jovem.

Continuou a vítima, que ainda contou ter visto sua prima mais nova ser estuprada pelo vocalista da banda, Eduardo Martins, o Dudu.

Quem também comentou o caso durante o programa, e também confimou a participação de Dudu, foi o delegado Marcelo Moreira Cavalcante, titular da Delegacia Territorial (DT) de Ruy Barbosa.

Banda em apresentação
De acordo com ele, o reconhecimento dos suspeitos já foi feito. “As vítimas identificaram os dez acusados, inclusive o vocalista da banda”, disse.

O advogado da banda, Cléber Andrade, afirmou que está buscando que os integrantes da banda respondam o processo em liberdade.

Fred Brito, um dos produtores, contou que está reunido com os advogados em Ruy Barbosa e, assim que tiver uma posição, entrará em contato.

Virgindade perdida!

De acordo com o jornal Massa, uma das adolescentes que sofreu o abuso sexual chegou a dizer aos pagodeiros que era virgem. Entretanto, isso não demoveu os supostos estupradores do ato lascivo. “Eles riram e disseram que agora eu não era mais”, declarou, em depoimento à polícia.

Nas páginas de fãs da banda e pag da banda, eles estão excluindo comentários e banindo usuários: https://www.facebook.com/pages/FC-New-Hit-Oficial/295812747106272

"A situação é chocante, assustadora, aterrorizante, porém, o que deixa o caso mais terrível é a avaliação das pessoas sobre o fato.

                                         Dudu em Show da New Hit
Que justificam o suposto estupro com: “A roupa das menores davam condições para que o ato ocorresse” ou “Essas meninas de hoje em dia dançam de forma vulgar e depois reclamam”.  O corpo, a roupa, o jeito e a forma de dançar da mulher sempre são a justificativa mais curta de algumas visões machistas para um caso que envolve homem e mulher.

A liberdade do corpo ainda é um tabu quando se trata da forma de se vestir. O homem anda descamisado na rua e isso raramente é colocado como justificativa para um assédio. “Vitimizar” o caso do suposto estupro no caso New Hit por culpar a roupa e a forma de se vestir das menores envolvidas é como retirar a culpa do ladrão que rouba uma pessoa por um descuido da vítima."

O título da postagem é "Senta com vontade" que é o mesmo nome  do "sucesso" do grupo baiano New Hit, uma banda que está começando a ganhar notoridade nas paradas musicais.

"Gosto musical duvidoso à parte, o grave é que a filosofia machista da canção transformou em inferno a vida de duas adolescentes que, segundo relatos, foram proibidas de sair do ônibus dos músicos e teriam sido estupradas por 10 homens: os nove do grupo e mais um policial que dava cobertura para o crime."

"O grupo de axé New Hit é conhecido pelas letras vulgares. Numa das músicas, que os baianos chamam de "Pagode", o vocalista pede que uma mulher "sente no colo" do pai e outra no "colo do filho". Outra diz: "essa mulher quer me agredir com a bunda". Uma terceira: "na fazenda do meu tio tem a tradição de catar coquinho, fique de quatro, de quatro, de quatro". E por aí, vai..."

A verdade é que estas letras baixarias detonam o axé em todo o país. As bandas de axé baiana normalmente são mal vista por suas letras um tanto de "apelo sexual", porém fazem muito sucesso na midia.

O crime hediondo pode acaba sem solução , ou sem os culpados presos, pela lógica da história policial brasileira o caso não deve dar em nada para os estupradores. No entanto, o Governo da Bahia tem feito uma investigação policial seja rigorosa sobre o caso.

Manifestação de virgilia contra New Hit
O resultado do laudo realizado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) confirmou que ocorreu abuso sexual contra as duas adolescentes que acusam nove integrantes da banda de pagode New Hit de estupro em uma micareta na Bahia. O resultado foi divulgado na segunda (3) pelo delegado titular de Ruy Barbosa, Marcelo Cavalcanti.

O diagnóstico dá conta de que uma das vítimas ainda era sim virgem.

O  policial militar Carlos Frederico Santos de Aragão que também participopu do crime, encontra-se custodiado na Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP) da PM, localizada no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador e deverá responder a um inquérito administrativo pela participação no caso, e por estar trabalhando como segurança da banda. 

Delegado do caso

Segundo o delegado Marcelo Cavalcanti, responsável pelo caso, as vítimas contaram que "enquanto os músicos abusavam das adolescentes, o policial ficava na porta do ônibus impedindo que outras pessoas vissem o que estava acontecendo lá dentro".

O delegado contou ainda que as fãs, que conheceram o grupo pela internet, "ficaram com as mãos sujas com material genético dos integrantes da banda". As jovens contam também que não houve o uso de preservativos durante o abuso.

Ameaças e medo


As jovens estão na casa de familiares em Itaberaba e segundo as mães, elas estão sendo ameaçadas por telefone e estão bastante assustadas. Segundo a edição impressa do jornal Correio da Bahia do último domingo (2), irmãos e primos das meninas não estão indo à escola, em Ruy Barbosa, onde teria ocorrido o abuso.
Virgilia

"Elas estão assustadas e não estão indo às aulas. Na verdade, nem elas e nem seus parentes (primos e irmãos), não estão indo para a escola, porque foram motivo de chacota no início da semana. As mães relataram que as meninas estão sendo ameaçadas por telefone, através do celular da família. A informação é que a ameaçada é feita sempre por vozes femininas", informou Dra. Maria Clécia. A conselheira tutelar Marilda Boaventura informou que as adolescentes estão sendo acompanhadas por psicólogo.

Nesta terça-feira dia, 04 de Setembro o vulgo, Dudu Martins, cantor da banda New Hit, completou 19 anos. Com liberdade comprometida por conta de acusação por estupro e com repercussão negativa em todo o país, o grupo não tem motivos para comemorar.


Grupos em apoio e contra a banda New Hit, pelo Brasil todo estão se manifestando.

Os fãs da banda organizaram o movimento pelas redes sociais e chegaram a anunciar que a ação seria cancelada por causa de uma mobilização contrária que estaria sendo organizada para boicotá-los.

   'Meu filho tem índole', afirma mãe de músico suspeito de estupro na Bahi.

O G1 entrou em contato com a assessoria da banda, que informou que todo o caso não passa de um mal entendido.

Que as meninas estavam 'ficando' com dois integrantes do grupo e que não houve abuso por parte de nenhum integrante. Parece que fãs do grupo estão organizando uma passeata a favor dos integrantes da banda. Aconteceu também mobilizações anti "New Hit" e muitas paginas foram criadas nas redes sociais em repudio a tal crime cometido, que tem até agora, foi confirmado como ocorrido sim!

Lúcia Barbosa
Lúcia Barbosa, secretária estadual de Políticas para as Mulheres, ressaltou nesta  na sexta-feira (31), que independentemente dos resultados dos exames realizados pelas jovens que acusam de estupro os integrantes da banda New Hit, o caso já deve ser considerado um exemplo para a sociedade. 

 “O caso serve como reflexão sobre a necessidade do respeito à figura feminina na sociedade. A responsabilização dos possíveis culpados servirá de exemplo, ajudando a acabar com a sensação de impunidade que ainda possa existir nas pessoas que cometem violência”, disse, destacando o esforço da SSP em esclarecer os fatos.



Fotos da marcha anti "New Hit" do facebook de: Tassia Pellegrini
Fontes e trechos do texto:
http://www.blogdenoticias.com.brhttp://g1.globo.com
http://www.salvadordez.com.br
http://www.sidneyrezende.com


6 comentários:

  1. Tudo tem que ser investigado muito bem, mesmo assim se eram menores eles tem que arcar com as consequências,mas tenho aqui pra mim que não vai virar nada, vão dizer ainda que a culpa foi das meninas, total inversão de valores estou realmente ficando com medo do rumo que estamos tomando e agradeço por não ter tido filhos pq se fosse mãe das meninas...nossa nem sei...

    ResponderExcluir
  2. Que mundo é esse em que "vivemos"??????

    ResponderExcluir
  3. É impressionante como os seres humanos se comportam quando se acham donos de algum poder. Infelizes que são. Não duvido nada de que essa seja mais uma história de impunidade.
    Muito triste.

    ResponderExcluir
  4. isso so mostra o quão a mídia inibi tais podridões que deveriam ser repercusão nacional, que o ser humano podre ta lá em cima do palco rebolando sua carniça, e que ainda o criminoso que encobre essa desumanidade ta na própria policia. E agora como se sentir protegido em um país como esse? em um mundo como esse!

    ResponderExcluir
  5. é meu desabafo,descrença nas leis brasilieras;sei que violencia,so gera violencia,mas se fosse minha filha,esses lixos da sociedade não estavam nem vivos.pq se depender da porcaria da INjustiça não da em nada. falo isso pq trabalho no tribunal de Injustiça da bahia e vejo muitos casos,que sao arquivado e nao dao em nada,so beneficia quem é errado.as coisas so vao mudar,quando mudarem essas leis antiquadas,inuteis e cheia de brechas,e para o Desembargador Lourival,que soltou esses lixos,nota zero pra sua decisão.será que se fosse a sua filha,será que vc ia ser bonzinho com os estupradores? perguntar nao ofende,excelentissimo(sic) Desembargador Lourival.

    ResponderExcluir
  6. é meu desabafo,descrença nas leis brasilieras;sei que violencia,so gera violencia,mas se fosse minha filha,esses lixos da sociedade não estavam nem vivos.pq se depender da porcaria da INjustiça não da em nada. falo isso pq trabalho no tribunal de Injustiça da bahia e vejo muitos casos,que sao arquivado e nao dao em nada,so beneficia quem é errado.as coisas so vao mudar,quando mudarem essas leis antiquadas,inuteis e cheia de brechas,e para o Desembargador Lourival,que soltou esses lixos,nota zero pra sua decisão.será que se fosse a sua filha,será que vc ia ser bonzinho com os estupradores? perguntar nao ofende,excelentissimo(sic) Desembargador Lourival.

    ResponderExcluir